Speedo Elite Team/Future Team

breaking news

26/04/2012

TROFÉU MARIA LENK 2012

FINAIS DO SEGUNDO DIA PROVA A PROVA

Autor • Alex Pussieldi direto do Rio
Fonte • Best Swimming

200 medley feminino - 

Dobradinha esperada do Flamengo com vitória inesperada de Joanna Maranhão sobre a espanhola Mireia Belmonte. Aliás, esta espanhola é a terceira vez que nada pelo rubro-negro e nunca vem em grandes condições físicas. Esperar por recordes dependendo dela está difícil. 

Joanna mesmo treinando todos os dias venceu com expressivos 2:14:63 com parciais de 29:15, 1:03:29, 1:44:06 e 2:14:63. Falta pouco para o índice olímpico de 2:13:36. A CBDA oferece a Seletiva Olímpica, entretanto Rosane Carneiro quer nadar as provas no Circuito Mare Nostrum na Europa. Resta saber se a CBDA vai aceitar receber a inscrição de Joanna nestas provas extras (200 medley e 200 borboleta). 

Mireia Belmonte chegou em segundo com 2:14:66 com Manuella Lyrio nadando para 2:19:56 e completando o pódium. 

200 medley masculino - 

Um show de ponta a ponta para um país que agora tem dois nadadores no Top 10 do mundo este ano. Thiago Pereira nadou para 1:57:11 quebrando seu recorde de campeonato e agora aparece atrás apenas de Michael Phelps nesta temporada. Os parciais foram de 25:07, 53:27, 1:27:68 e 1:57:11. 

Henrique Rodrigues nadou pela primeira vez abaixo dos 1:59 sem trajes. Fez 1:58:92 com parciais de 25:19, 54:64, 1:28:27 e 1:58:91. 

André Schultz chegou num apertado terceiro lugar com 2:01:45 contra o corintiano Renato Baruffi 2:01:78. 

50 livre feminino - 

Jeannette Ottesen da Dinamarca nadando pelo Corinthians, até venceu, mas não conseguiu o que estava previsto: o recorde. Nem de campeonato, muito menos brasileiro ou sul-americano. E para falar a verdade, quase perdeu a prova no final para Graciele Hermann. 

Ottesen nadou para 25:06 seguida de perto por Graciele com 25:15. Foi a segunda vez que a gaúcha nada abaixo do índice olímpico (25:20). Flávia Delaroli chegou em terceiro com 25:69. Ja havia batido na trave antes e ainda mais perto. Vai ter de se preparar agora para a Tentativa Olímpica em maio. 

50 livre masculino - 

A melhor prova do dia, e do mundo. César Cielo foi implacável desde a largada com 0.62 de reação liderando de ponta a ponta e marcando 21:38, o seu melhor tempo "sem trajes". Aliás, ele chegou perto e quase superou a melhor marca da história sem trajes (21:36) feita por Fred Bousquet em 2010. 

Bruno Fratus consolida sua boa fase nadou para 21:76. Desta vez a "demora" do árbitro de partida afetou a saída de Bruno. O Brasil vai para Londres com os dois melhores tempos do mundo nesta prova. 

Bom demais para o francês Fred Bousquet que ficou em terceiro com 21:79. Se fizesse esta marca no Campeonato Francês deste ano era o melhor tempo e estaria classificado para Londres. 

100 borboleta feminino - 

Daynara de Paula até forçou bem o parcial da prova com 27:10, mas caiu muito no final e acabou em segundo lugar com 59:23. Vitória, a segunda da noite para Jeanette Ottesen com 58:64. Fabíola Molina ficou em terceiro lugar com 59:69 e Gabriella Silva em quarto com 1:00:40. 

Ainda teremos a Seletiva Olímpica e tem muita nadadora de olho nestes 58:70 para ir a Olimpíada. 

100 borboleta masculino - 

Muito esperada, a prova acabou sendo uma grande decepção. Com exceção do vencedor da prova, Glauber Silva, todo mundo piorou. Glauber sentiu a queda de Kaio Márcio que liderava e Marcos Macedo que vinha logo atrás e atacou no final. Marcou 52:46, sua melhor marca na corrida pelo índice. 

Kaio chegou em segundo com 52:62 e Marcos completou o pódium com 53:03. A prova volta a ser realizada na Seletiva Olímpica de 9 a 12 de maio. Kaio Márcio já tem uma das vagas garantidas, só falta definir a segunda vaga, se é que os nadadores conseguiram nadar nos 52:33 ou melhor que isso. 

1500 livre masculino - 

Uma prova de muita alternância e até mesmo novas estratégias pelos seus principais componentes. Luis Rogério Arapiraca venceu com um final impressionante (28 nos últimos 50 metros) para 15:22:73. Ficou a 12 segundos do índice, mas bastante expressivo para tudo que passou no ano passado. Lucas Kanieski acabou em segundo com 15:22:95. E Marco Ferrari em terceiro completando o pódium para 15:24:50. 

4 x 200 livre feminino - 

O Flamengo ficou a 15 centésimos do recorde de campeonato em bela vitória com 8:11:52. Joanna Maranhão abriu para 2:00:64, melhorando o tempo que havia feito na prova, seguida de Ana Carolina Araújo Santos, Mireia Belmonte e o primeiro 200 livre da carreira de Daynara de Paula em campeonatos nacionais. Por sinal, fechou morta os últimos 50 metros com 33 segundos. 

Pinheiros em segundo com 8:16:29 e o Unisanta contando com a participação de Ana Marcela Cunha chegando da viagem de Cancún em terceiro lugar com 8:17:73. Ana Marcela que venceu a prova de 10 quilômetros no dia anterior pela Copa do Mundo de Águas Abertas fechou para 2:04. Incrível! 

4 x 200 livre masculino 

O Flamengo fechou o dia com a segunda vitória em revezamentos, desta vez com recorde de campeonato. O time de João de Lucca, Eduardo Duarte, Leo de Deus e André Schultz nadou para 7:20:02 superando os :20:20 do Corinthians no ano passado. 

A prova foi forte e com grandes performances do Minas que fechou em segundo com 7:20:80 e o Corinthians em terceiro com 7:22:66. 

Comente agora!

Seu nome:

Quem já comentou...

carlos oliveira comentou em 26/04/2012, 12:44:

Coach; até o momento não consegui saber os parciais dos rev 4x200 (exceto o da Joanna); pode nos dizer? importante para acompanhar as meninas (principalmente)